terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Silêncio

Vivo e canto a cada momento
Vivo minha eternidade como se fosse finita
Vivo você no meu silêncio ímpar

Alexandre Alves.

Nenhum comentário:

Tu és linda

Tu és minha flor do campo Que um perfume me traz Como um sossego da alma Deixando no peito uma paz Tu és linda como sempre Como um son...