domingo, 26 de agosto de 2012

Flor de amor

Oh Flor de cheiro doce
E suaves pétalas
Meu coração inveja tamanha beleza

O teu cheiro minhas tardes invade
Em um abraço que leva a tristeza

Flor do campo de um amor sem fim
De um olhar suave
Bem perto de mim

Oh meu jasmim de eterna brancura
Leva meu medo dessa noite escura

Deixa para o mundo
O amor dos poetas
Dos sonhos cantados
Dos amores vividos

Alexandre Alves




Um comentário:

Sensibilidade a navegar com poesias disse...

Parabéns pelo belo espaço, lindas poesias