segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Desejo

Que todos os dias ao anoitecer,
seu sonho voe como papel ,
seu olhar vislumbre o por do sol,
sua lágrima role ao som de Ravel.

Que em cada novo anoitecer,
sua sabedoria assoberbe-se,
suas energias se renovem,
seus olhos re-encantem-se.

Que sempre ao anoitecer,
aumente o desejo de amar,
que você suspire de emoção,
Se encantando com o luar.

Que ao sabor do anoitecer,
seu coração repouse, sonhe,
ame, viva, e ansiosamente,
sua alma espere o alvorecer.

Pedro Cesquim.

Nenhum comentário: