quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Vida e Morte

De um profundo sussurrar do amor,
uma fagulha de luz infinita se acende,
como o grito profundo de um trovador,
pelo nome de batismo uma alma atende!

Sua caminhada pela infância adormece,
no passar do tempo sua razão personifica,
o que é feio se afasta, o que é belo enaltece,
aprisionando sua alma a um corpo que modifica!

Distante da morte é chegada à fase adulta,
Em companhia perpétua, se unem fracasso e sucesso.
Da escuridão tem medo mas da luz, de alegria exulta,
do sonho perturbado, acorda com o suor impresso!

O tempo agora escoa pelas mãos do intrépido ancião,
corpo franzino que se tornou frágil como o vento,
se arrastando lentamente pelos grilhões do coração,
antes do exalar do último e derradeiro alento!

Marco Pardini

Nenhum comentário: