quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Gota Humana

Sois apenas a gota do orvalho
que toca o solo no amanhecer
que irriga a terra em que o carvalho
com suas raízes, insiste em fortalecer!

Sois apenas a árida gota do deserto,
escorrendo sem destino pela calçada,
trazendo o tilintar da chuva para perto,
precipitando-se como lágrima, no colo da amada!

Sois apenas a solitária gota da chuva
que do ar se transforma em tempestade
a tocar a terra e torná-la turva,
como uma serenata inundada de saudade!

Sois apenas a gota que reluz o arco-íris,
aos raios de sol que a manhã traz eletrizante,
preces silenciosas que ecoam à deusa Osíris,
no vale solitário de um eterno caminhante!

Marco Pardini

Nenhum comentário: